Aparelhos


Há algum tempo atrás acreditava-se que a correção dentofacial era privilégio de crianças e adolescentes. O avanço das pesquisas mostrou que resultados alentadores são obtidos em qualquer idade e, hoje, o atendimento é irrestrito em termos de faixa etária. 

Aparelhos Fixos

Aparelho Fixo é usado para movimentar os dentes para suas posições corretas, proporcionando um sorriso mais bonito e uma mordida mais perfeita.

Usamos bandas nos dentes do fundo, por estas apresentarem uma maior resistência à mastigação. A peça que é colada no dente é chamada de bracket. É o Bracket que permite ao Ortodontista aplicar forças nos dentes através dos arcos ou fios ortodônticos e acessórios. Os arcos ou fios ortodônticos passam pelos brackets e são os responsáveis pela movimentação dentária.

Aparelho Fixo Estético

Aparelho Fixo Estético

Aparelho Fixo

Aparelho Fixo

O Sorriso Perfeito

O Sorriso Perfeito

Os Aparelhos Fixos podem ser classificados como:

Aparelho fixo convencional – este é o tipo mais comum de aparelho. Consiste de bandas, fios e braquetes. As bandas são fixadas em volta de alguns dentes posteriores, e utilizadas como âncoras para o aparelho, enquanto os braquetes são colados na parte externa dos dentes. Os fios em forma de arco passam através dos braquetes e são ligados às bandas.

Ao fazer a ativação do aparelho, os dentes são tracionados, movendo-se gradualmente em direção à posição correta. Os aparelhos fixos são geralmente ativados a cada mês para se obter os resultados desejados, que podem ocorrer no prazo de alguns meses e até alguns anos. Atualmente eles são menores, mais leves e exibem bem menos metal que no passado.

Aparelho estético - semelhante ao aparelho fixo convencional, porém confeccionado em material estético que imita a cor do dente. É uma solução muito interessante para quem procura o tratamento e ao mesmo tempo ter mais discrição. O aparelho estético utilizado em nosso consultório é praticamente invisível. São muito procurados por artistas, empresários ou pessoas que dependem da imagem.

Podem apresentar cores vivas para as crianças, bem como estilos mais claros e discretos e preferidos por muitos adultos.

Aparelho fixo autoligável - neste tipo de aparelho, os elásticos que prendem os fios ou arcos aos braquetes são substituídos por clipes ou molas de titânio mais flexíveis, com objetivo de maximizar os resultados, reduzindo o atrito e facilitando a movimentação dos dentes. Facilita também a limpeza e evitando o acúmulo de restos de alimentos. Graças ao desenho dos braquetes, consegue-se um alinhamento adequado e mais rápido, reduzindo o tempo de tratamento.

Com este sistema autoligável, são necessárias forças de menor intensidade para o estabelecimento da movimentação dentária.  Este aparelho possui as mesmas funções do aparelho ortodôntico fixo convencional, porém são bráquetes menores, mais confortáveis e seu sistema de abertura e fechamento é feito por um clipe, eliminando assim, o uso de “borrachinhas”, facilitando a higienização. São utilizados fios termoativados (ativação controlada pela temperatura da boca), que se permitem movimento suave e continuo dos dentes com resultados mais rápidos e eficazes.

Mantenedor de espaço fixo – se o dente de leite é perdido precocemente, utilizamos este aparelho para manter este espaço aberto até que o dente permanente venha (entre em erupção). Uma banda é cimentada ao dente próximo ao espaço vazio e um fio é estendido até o dente do outro lado do espaço.

Aparelhos Removíveis

Os Aparelhos Removíveis podem ser classificados como:

Niveladores – uma alternativa para os aparelhos convencionais para adultos, niveladores em série estão sendo utilizados por um número crescente de ortodontistas para mover os dentes da mesma forma que os aparelhos fixos, mas sem os fios de aço e os braquetes. Os niveladores são virtualmente invisíveis e removíveis para que o usuário possa se alimentar escovar os dentes e passar o fio dental. Exemplo: Sistema Trainer e Myobrace.

Mantenedores de espaço móveis – estes aparelhos têm a mesma função que os mantenedores fixos. São feitos com uma base acrílica que se encaixa sobre a mandíbula e têm braços de plástico ou arame entre determinados dentes que devem ser mantidos separados.

Aparelhos reposicionadores de mandíbula – estes aparelhos são ser usados para trabalhar postura e desenvolvimento de maxila e mandíbula e melhorar o relacionamento entre ambas, com melhoras na mordida, perfil facial e estética do sorriso.

Amortecedores de lábios e bochechas – são destinados a manter os lábios e bochechas afastadas dos dentes. Os músculos dos lábios e bochechas podem exercer pressão sobre os dentes (deixando os mesmos apinhados ou tortos), e os amortecedores ajudam a aliviar esta pressão.

Aparelhos expansores – utilizados para promover maior expansão em pacientes com arcadas estreitas e respiradores bucais. Podem ser confeccionados em acrílico(removíveis), ou metálicos, que são fixados na parte interna da boca, tangenciando os dentes. Estes últimos são mais confortáveis, pois não passam pelo palato (“céu da boca”), não interferindo dessa maneira na fala nem na alimentação.

Placa de contenção – aparelho removível confeccionado em acrílico utilizados ao fim do tratamento ortodôntico. Estes aparelhos de contenção previnem que os dentes voltem à posição anterior. Podem também ser modificados e utilizados para evitar que a criança chupe o dedo ou interfira com a língua entre dentes.

Aparelho extra-bucal – novos aparelhos com novas tecnologias ocuparam o seu lugar. Hoje são utilizados em raríssimos casos.