Biossegurança


A esterilização de instrumentais Odontológicos feita através de Autoclave a Vapor consiste atualmente no método que reúne mais vantagens e segurança na Odontologia. A esterilização através de vapor sob pressão pode ser realizada em diferentes ciclos, com diversidades de tempo e temperatura.

Os ciclos mais comumente utilizados são: 3 a 4 minutos a 134º C (esterilização ‘flasch’), 15 minutos a 134º C(ciclo é utilizado em nosso consultório) e 30 minutos a 121º C. Todos os materiais devem ser esterilizados dentro de pacotes pequenos, utilizando embalagens papel grau cirúrgico, papel crepado ou tecido de algodão.

Os pacotes devem ser fechados com fita adesiva comum ou com seladora automática, contendo identificação do material e data da esterilização. Os pacotes devem ser colocados dentro da autoclave deixando espaços entre eles, permitido a circulação do vapor. A água utilizada no reservatório da autoclave deve ser filtrada ou destilada.

Biossegurança
Equipamentos que utilizam vapor saturado sob pressão
Utilizamos a esterilização de instrumentais Odontológicos feita através de Autoclave a Vapor é atualmente o método que reúne mais vantagens e segurança na Odontologia. A esterilização é feita através de vapor sob pressão.

Para o controle de qualidade ou monitoramento do processo de esterilização da Autoclave a Vapor, podem ser utilizados marcadores físicos, marcadores químicos e testes biológicos.

Os marcadores físicos são aqueles encontrados em fitas adesivas específicas para esterilização a vapor que ficam listradas após a esterilização, ou papéis de embalagem com marcadores específicos (que mudam de cor após a esterilização).

Seu uso é recomendado em todos os pacotes ou caixas, uma vez que indicam pelo menos se o material passou pelo processo. As fitas adesivas marcadoras são distintas para estufa e para autoclave a vapor.

Os métodos químicos consistem em pequenas tiras ou pedaços de papel, contendo um componente químico, que se alastra pelo papel ou modifica sua coloração, tornando o papel ‘marcado’ após o processo. É recomendada a colocação desses marcadores dentro dos pacotes, com periodicidade sistematicamente estabelecida (em cada ciclo de esterilização, diariamente ou semanalmente). Representa maior segurança em relação ao método anterior.

Os testes biológicos consistem na colocação de microrganismos vivos dentro da autoclave e seu posterior cultivo, para controle de sua eliminação. Os testes deverão ser feitos periodicamente de acordo com a quantidade de esterilizações, de acordo com o modelo do equipamento, e legislação vigente em cada país.